A vida são ondas e ondas de aprendizado (Luana Santos Souza)

Querida mãezinha, meu irmão Luan, paz e muita paz em nossos corações.

Estou aqui com aquela que chamo de minha avó Antônia, que nos abraça amorosamente.

É isso aí mãe, a vida são ondas e ondas de aprendizado. Sei o quanto papai se dedicou ao trabalho e o quanto você é a companheira dedicada ao lado dele.

Eu só posso agradecer à Deus por ter a família que tenho e que vem se aprimorando a cada dia, mas é assim, o tempo é uma varinha que dá o seu toque em nosso coração e fico tão feliz nesta manhã de você ter se deslocado de Santa Catarina em busca de meu coração.

Mãe, nem as conchinhas das praias se perdem, o mar traz elas até a margem, e tem umas que até se deslocam de retorno ao grande mar, mas todas as conchas estão no mar da vida como na margem da vida.

Eu, você, pai, meu irmão Luan, somos em família estas conchas em que as ondas das experiências nos levam para os locais que de fato precisamos estar, e esta aceitação nos faz ver a vida de uma forma melhor e mais justa.

Eu sou uma conchinha, mãe, hoje trazendo aqui algum som em seus corações.

Não posso esquecer alguns recados, para a Ruth do Arthur, dos pais Rinaldi e Arlete do Rinaldinho, do João, o Gu, a Mafalda, e também do Testinha para o Leo e para a mãe Lisiane.

Estamos em festa espiritual e com a alegria de poder servir de alguma forma.

Mãe, o acidente é pausa que Deus nos convida para outros novos aprendizados.

Entendi sempre suas pausas, mãe, pela tranquilidade já conseguida e oportunizando outros corações. Legal isso ein, mas você sabe que estarei aqui, e se a oportunidade chegar escrevo para vocês.

Não seremos felizes se não fizemos os outros felizes em renúncia de nossos corações. Bota fé assim em seus corações, mas quem não saberá entender o próprio coração quando a fragilidade do coração pede apoio e proteção?

Espero ver você Luan sempre forte e com aquela paciência solicitando nossa vivência em paz.

Me inclino a você com a Mayara e sejam muito felizes na construção de um futuro promissor em seus corações.

Ah sim, a avô Francisco está aqui comigo.

Deixo aqui o meu coração nessas páginas que consegui escrever.

Sou a filha e irmã com saudades também, sua linda, mãe…

LUANA SANTOS SOUZA (19/08/2008, 20 anos)

Mensagem psicografada na Associação Beneficente Espírita Caminheiros do Bem, em Curitiba, no dia 27 de agosto de 2017, pelo médium Orlando Noronha Carneiro.

Posted in Destaques, Psicografias