Deixar Os Erros Do Passado Como Lição (Jacira Ribeiro)

Minha querida filha Simone, não consigo controlar toda a emoção por estes instantes.

Estou aqui amparada por corações bondosos que me orientam como todas as coisas funcionam.

Estou com a vó Justina, que nos abraça com muita ternura e amor. Abrace o seu irmão Clayton, meu filho, com toda a saudade que tenho de vocês aqui.

Obrigada por me aguardar na carta e nas notícias, e graças a Deus toda aquela tosse que me acompanhava deu trégua. Lembra, da mamãe com aquelas pigarras que foram se intensificando, tudo porque aqueles benditos cigarros que me eram o vício de todos os dias, de todos os instantes.

É assim, vamos levando a vida com nossos hábitos, e não sabemos que lá na frente a situação irá se complicar. Mas é aquilo, o importante é o agora, e depois veremos o que fazer, e tudo mais.

É, o pulmão da mamãe não iria aguentar com os excessos do cigarro, e foi no que deu, o pulmão se tornou o resultado das nicotinas, e alcancei no final o enfisema pulmonar, quando então me faltou o ar e as funções respiratórias ficaram prejudicadas pelos excessos da sua mãe.

Você acredita que ainda continuo em tratamento, claro, bem melhor, como disse, as tosses acabaram, mas aos poucos a falta de ar vai sendo vencida com os exercícios que os médicos espirituais têm me aconselhado. Eles foram muito claros com a mamãe, que ainda terei um bom tempo para a chamada cura definitiva e que preciso ter muita paciência e aceitar minhas próprias ações.

Agradeço de coração toda a sua atenção e cuidado comigo, e agora cabe à mamãe seguir em frente e deixar os erros do passado como a lição que me alerta a não prosseguir nas mesmas ações.

A vovó tem me ajudado muito com as suas palavras de estímulo para mim. Não sei mesmo o que seria de mim sem esse apoio da vovó Justina que nos quer tão bem.

O Clayton, você minha Simone, estão bem em meus pensamentos de todos os dias.

Infelizmente fui vencida pelo vício do fumo, e sei com toda a certeza de que eu poderia ter ficado mais com vocês. Chorei, mais por isso, por que não valeria eu vencer esse vício, e ter ficado mais? Mas a vovó tem me orientado a não ficar pensando assim, e é assim, estou tentando mudar esse pensamento para não ferir a mim mesma.

Agradeço as suas preces, agradeço ainda preocupar comigo diante de minha vinda para um local novo e de crescimento.

Sei que irei melhorar a cada dia, e poderei lá na frente estar mais perto com vocês.

Receba meu eterno abraço, de sua mãe bem melhor, com o pulmão mais limpo, pelos tratamentos que aqui venho realizando, com corações tão bondosos que me ajudam a vencer essa etapa.

Deixo o beijo de mãe com saudade de quem a cada dia está aprendendo com a vovó.

Sua mãe com carinho…

JACIRA RIBEIRO (17/09/2008, 63 anos)

Mensagem psicografada na Associação Beneficente Espírita Caminheiros do Bem, em Curitiba, no dia 25 de março de 2017, pelo médium Orlando Noronha Carneiro.

Posted in Destaques, Psicografias