Esta dor maior irá passar (Ana Claudia Caron)

Querido Papai Paulo,

Mãe, minha mãe Liane,

Renove-nos a esperança em nossos corações, porque a morte não é capaz de nos separar, apesar de todas as dores que chegam em nossos corações…

Não estou aqui mais com aquela dor de ontem…

Hoje chego aqui com o coração em paz e com a certeza de que a justiça divina é perfeita…

Hoje, consigo ver com os outros olhos aquele lance da violência que marcou um ponto de pausa entre os nossos corações.

Claro que não conseguiria vencer a situação que vivíamos se não me achegassem até mim corações que nos amparasse e fizesse curativos diários em minha alma…

Desculpe se faço referências do passado, quando nos veio a dor e a tristeza…

Mãe e papai, a minha avó Júlia que se achega e trago notícias que os reconfortem com a paz e serenidade da vovó Araci e meu tio…

Fiquem tranquilos que estamos em família e em paz, porque a maior paz é da consciência tranquila, porque a violência dos outros em nós podem nos trazer tristeza, mas não pode nos mudar na consciência de paz…

Não posso ficar presa ao passado, mas olhar para frente pensando na paz de vocês, de minha irmã Ana Paula…

Mãe e pai, aqui estamos em grupos e estou enturmada com uma galera do “Bem” e que nos entendemos na alegria e na esperança do futuro…

Aqui tudo prossegue e continua, porque a vida não é uma linha que se finda com um ponto final do corpo.

Hoje sei que posso construir um futuro para mim e que aqueles corações usaram da crueldade para conosco…

Sei o que vocês vêm passando mamãe estes dias atrás quando as lembranças chegaram forte…

E recebi de seu coração mamãe as mais doces lembranças que me sensibilizaram, não pude conter as lágrimas, pois cada lembrança representava o doce amor de seu coração para comigo…

Guarde a certeza mãe que um dia tudo isso, esta dor maior irá passar…

Aqui sou chamada ao chegar pelo Abelha de “caronçãozinho” o que me sensibilizou pelo carinho…

Aproveito para deixar pequeno recado a Sra. Deise de que sua Sah encontra-se aqui abraçada comigo enviando a ela e Sr. Maeda abraços de carinho e de saudade esperançosa…

Mãe e pai desculpe se não me estendo, mas os benfeitores me permitiram algumas palavras para que não fique a tristeza…

Abraço a minha irmã, e a vó Júlia tem sido para mim uma grande benfeitora… e assim tem me ajudado…

Sou a filha com a alegria de sempre e a vontade de vencer…

Pai e mãe retornem em serenidade para casa, com força e coragem mesmo…

Amo demais vocês…

Com amor,

Ana Cláudia Caron.

 

Depoimento de Liane: O desenho que o Orlando desenhou com o piercing do lado direito que ela usava (usa ainda eu acho) igual de uma foto que beijo todos os dias.

Psicografia de Ana Cláudia Caron através do médium Orlando Noronha Carneiro realizada em 27/08/2017 na Associação Beneficente Caminheiros do Bem, Curitiba, PR.

Posted in Destaques, Psicografias