Receba o meu abraço de respeito, gratidão e pelo companheirismo de sempre

Minha esposa Solene,
Sou eu nesta tarde de domingo com a nossa filha Betinha e meu
pai Vitorino, que também lhe abraça.
Estou mais sereno ao saber que você deu um impulso melhor,
após ver a minha saída de cena que o corpo produziu. Creio sim,
pelo relapso de mim.
Hoje chego aqui com o coração também tranquilo, pois o
impacto da morte nos traz realidades que imaginávamos ser,
mas que é muito mais de tudo o que a gente buscou de
informação.
A Betinha me recebeu aqui e me ajudou nos primeiros
momentos que é de adaptação. De um lado a alegria de rever a
nossa jóia que continua do mesmo jeito, bela e encantadora.
Mas o seu olhar, o olhar de nossa filha, parece ser mais madura,
mas de um brilho que eu nunca vi.
Sei que você dará a volta por cima e encontrará o melhor
posicionamento de sua vida, que contará com o meu apoio
irrestrito. Fique tranquila que entenderei os seus caminhos
sempre, pois eu e a Betinha queremos a sua felicidade.
Você pergunta como foi o encontro com o Veríssimo, como me
comportei, como foi, e saiba que a Betinha foi o máximo, me
preparou o suficiente, para encontrar com àquele que foi o algoz
de nossa filha e que por desespero e loucura plena fez o que fez.
Acredito que na hora “h” o frio bateu forte, mas Betinha me fez
ver que eu deveria tomar esta decisão.

Uma coisa é só a palavra, e a realidade é outra coisa. Mas fui me
preparando e quando tomei a decisão, consenti recebê-lo, mas
foi um esforço grande, o vê-lo frente a frente.
Me senti gelado, mas consegui lhe dar a mão e receber dele um
choro que lhe vinha forte me pedindo perdão pelo ato cometido
com nossa Betinha.
Lembrei em uma das falas da nossa filha, que poderia ter sido ela
a perder o controle, e que se fosse ela não estaríamos nós
pedindo por nossa vez perdão?
Sabe, tive o sentimento de um pai, pensei nos pais do Veríssimo,
e então amoleci o coração e lhe trouxe ao meu peito, só não
consegui dizer mais nada. E o tempo será para mim o aliado
maior tratando minhas feridas.
Estou de pulmão novo e respirando normalmente. Preciso parar,
porque a depender de mim eu ficaria escrevendo um livro.
Receba o meu abraço de respeito, gratidão e pelo
companheirimo de sempre.
Sou eu, Luiz.

Luiz Juvêncio Pereira

Mensagem psicografada na Associação Beneficente Espírita Caminheiros
do Bem, em Curitiba, no dia 10 de março de 2019, pelo médium Orlando
Noronha Carneiro.

Posted in Destaques, Psicografias

Psicografias

Prezados Amigos,

Com alegria informamos da psicografia, como sempre sobre as bênçãos de Jesus, na divulgação da Doutrina Espírita codificada por Allan Kardec à luz do Evangelho de Jesus.

Calendário atualizado em todos os locais. (aqui).

Senhas da Psicografia

Em geral, convidamos a todos que busquem, se for de sua vontade, uma Casa Espírita, orientada conforme os preceitos de Jesus e Kardec, e de fácil acesso, com o objetivo de conhecerem a Doutrina Espírita em seus estudos e cursos especializados.

Fraternalmente,
EQUIPE PORTAS DO AMOR